Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cloud Berries

O sabor da vida sempre depende de quem a tempera

Cloud Berries

O sabor da vida sempre depende de quem a tempera

Salada de Cuscus com Frango

Para reaproveitar o frango que me sobrou quando fiz o frango a baixa temperatura (ver:aqui), resolvi fazer esta salada de cuscus.

 

É uma óptima sugestão para levar na marmita para o trabalho.

 

 

 

Ingredientes:

 

1 chávena de cuscus

1 chávena de água

1/2 cebola

1 dente de alho

1 folha de louro

1 chávena de frango desfiado

6 tomates cherry

1 pepino

Azeitonas

Flor de sal q.b

Salsa fresca

Limão

 

 

 

Coloque um fio de azeite num tacho, a cebola, o alho, a folha de louro e deixe refogar.

Em seguida, adicione o cuscus e uma caneca de água bem quente. Tempere com flor de sal, envolva e não volte a mexer até estar cozinhado. Desligue o lume e deixe o tacho tapado durante 5 minutos. O cuscus cozinha apenas com a temperatura da água, por isso, é que a água deve estar a ferver.

Junte um fio de azeite, umas gotas de limão e mexa com um garfo (nunca use uma colher).

 

Quando o cuscus arrefecer junte o frango desfiado, o pepino, o tomate cherry, as azeitonas e a salsa.

 

 

 

 

20161010_213448.jpg

 

 

 

 

20161010_213429.jpg

 

 

 

 

20161010_212847.jpg

 

 

Chamuças de Alheira e Pêssego

A chamuça é uma especialidade de origem Indiana. Mas estas chamuças são bem portuguesas, uma vez que são recheadas com a nossa tão típica alheira.

 

É uma entrada muito simples, mas que vai fazer um enorme sucesso na mesa.

 

 

Ingredientes:

 

2 alheiras

1 a 2 pêssegos

1/2 cebola

1 dente de alho

1 folha de louro

1 emb. de massa filo

Pimenta q.b

Flor de sal q.b

Piri-piri q.b

 

 

Corte o pêssego em fatias fininhas ou em cubinhos e reserve.

Descasque e lave a cebola e o dente de alho e pique-os finamente. Leve uma frigideira anti-aderente ao lume com um fio de azeite, deixe aquecer, junte a cebola, o alho e a folha de louro e deixe refogar.

Retire a pele às alheiras, e junte ao refogado, misture bem até que se desfaçam. Tempere com flor de sal, pimenta e piri-piri e retire do lume.

Corte a massa filo em três tiras no sentido do comprimento. Para que fiquem mais crocantes use três tiras de massa filo por cada chamuça.

Pincele a massa filo com manteiga ou azeite, disponha uma bola de alheira sobre cada uma e por fim umas fatias do pêssego. Dobre para fazer chamuças.

Coloque-as num tabuleiro com papel vegetal e leve ao forno pré-aquecido a 180.º até que fiquem douradas e estaladiças.

Retire do forno e polvilhe com um pouco de pimenta preta moída.

 

 

 

20160806_205021.jpg

 

 

 

 

 

Nota: A massa filo seca muito rapidamente ao ar, por isso, só se deve retirar da embalagem quando já estiver tudo preparado.

 

 

Fraisier de Chocolate

Quando vi esta sobremesa no blogue Sweet Gula, fiquei literalmente de queixo caído. Morangos! A minha fruta preferida combinada com chocolate, só podia ser a combinação perfeita.

Fiquei durante minutos apenas a olhar para o ecrã e a visualizar aquela perfeição. Sim, o Fraisier do Célio está uma verdadeira obra de arte. Senti-me logo tentada a experimentar, mas após ler vezes sem conta a receita e pesquisar um pouco, tive um certo receio que não corresse assim tão bem. Até porque eu não sei grandes técnicas de pastelaria e temi que o resultado final fosse um desastre. Mas esta sobremesa ficou-me sempre na cabeça, várias vezes abri o blogue e dava sempre de caras com o Fraisier de Chocolate. E como não há nada como tentar e eu não sou de desistir à partida, um aniversário especial era a desculpa perfeita para colocar mãos à obra.

Segui à risca a receita do Sweet Gula que podem ver aqui.

 

 

Ingredientes:

Para a Génoise de Chocolate

 

5 ovos (ou 4 ovos L)

130 gr de açúcar

1 pitada de sal

1 c. de café de extrato de baunilha

80 gr de farinha s/ fermento

calda de açúcar q.b. (opcional)

 

 

Para o creme Mousseline de Chocolate

 

250 ml de leite

1 vagem de baunilha

3 gemas (ou 2 gemas L)

65 gr de açúcar

20 gr de amido de milho

70 gr de chocolate para culinária

125 gr de manteiga à temperatura ambiente

+/- 250 gr de morangos

 

 

Para a cobertura

 

Compota de morango

150 gr de massapão (Castanho)

Morangos frescos

 

 

 

Pré-aqueça o forno a 180.º

Unte com manteiga uma forma de aro amovível com 20 cm de diâmetro.

Separe as gemas das claras. Bata as claras em castelo com uma pitada de sal e reserve.

Bata as gemas com o açúcar e a baunilha, até obter um creme fofo e esbranquiçado.

Adicione o cacau em pó e a farinha e incorpore.

Aos poucos envolva delicadamente as claras em castelo.

Leve ao forno 15-20 minutos. Desenforme e deixa arrefecer. Depois de frio corte em duas partes iguais.

 

Para o creme Mousseline, leve um tacho ao lume com o leite e a vagem de baunilha aberta longitudinalmente. Assim que começar a ferver, retire do lume, tape o tacho e deixe em infusão por 30 minutos. Passado esse tempo descarte a vagem.

Pique o chocolate e reserve.

Bata as gemas com o açúcar e o amido de milho. Junte o leite e misture. Verta o preparado para um tacho e leve novamente a lume brando até engrossar.

Retire do lume e junte o chocolate picado e 40 g de manteiga (reserve a restante). Misture energicamente até obter um creme homogéneo e deixe arrefecer à temperatura ambiente.

Na altura de rechear, coloque o creme na batedeira e aos poucos vá adicionando a manteiga. Bata durante alguns minutos até obter um creme tipo mousse.

 
 

Para a montagem use o aro de uma forma de 18 cm de diâmetro para cortar as metades da Génoise de chocolate à medida.

Coloque uma metade dentro da forma e pincele com calda de açúcar (opcional).

Corte os morangos em metades e disponha metades de morangos em toda a volta da forma, pressionando ligeiramente contra o aro. Espalhe um pouco de creme na base e sobre os morangos. Use um saco de pasteleiro para facilitar.

Distribuia as restantes metades de morango no centro do aro e cubra com o restante creme.

Coloque a outra metade de bolo na forma e pressione ligeiramente para ficar direita.

Pincele com calda de açúcar (opcional), envolva a forma em película aderente e leve ao frigorífico de preferência uma noite inteira.

No dia seguinte, retire a película e deslize uma faca à volta do aro, desenforme com cuidado.

Espalhe a compota de morango sobre o topo do bolo.

Estenda o massapão sobre uma superfície polvilhada com cacau. Use o aro da forma como molde e corte um circulo de massapão, colocando-o sobre a compota e alisando de maneira a que fique uniforme.

Decore com morangos frescos.

 

 

 

13694152_998591323588325_1086443811_o.jpg

 

 

 

13621884_998591330254991_1772443049_o.jpg

 

 

 

13718174_998591320254992_345286653_o.jpg

 

 

 

13694220_998608936919897_2027178477_o.jpg

 

 

 

13664626_998599730254151_1555241144_n.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Esmagada de Grão com Chouriço

Se está farto de comer grão de bico da forma tradicional, esta esmagada é uma excelente forma de variar o seu consumo.

 

O chouriço dá um toque diferente e muito saboroso. Use um chouriço de qualidade, que fará toda a diferença.

 

 

 

Ingredientes:

 

1 emb. de grão de bico cozido

Chouriço

Azeite q.b.

 

 

Corte um bocado de chouriço em cubinhos pequenos. Aqueça uma frigideira com um fio de azeite e coloque o chouriço até que fique crocante.

Num tacho aqueça o grão de bico com um bocado da água da embalagem. Quando estiver quente esmague bem o grão com um garfo. Eu optei por não triturar para que se sinta alguma textura. Por fim, adicione o chouriço à esmagada de grão.

Pode também adicionar coentros ou salsa fresca.

 

 

 

 

20161006_192102.jpg

 

 

 

 

20161006_190732.jpg

 

 

 

 

20161006_191632.jpg

 

 

 

 

Salmão com Crosta de Pão Ralado Aromatizado e Linguine de Tinta de Choco

 

O salmão com crosta de pão ralado fica super aromatizado e suculento.

 

Acompanhei este prato com linguine de tinta de choco salteado com alho e tenho a dizer que ficou uma verdadeira delícia.

 

 

 

Para o salmão:

 

2 postas de salmão

1 c. de sopa de pão ralado

Pimenta q.b

Flor de sal q.b

Azeite q.b

Raspa de limão

Sitron melisse

 

 

Pré-aqueça o forno a 200.º

Numa taça, misture o pão ralado com a raspa de limão e a sitro melisse picada.

Tempere as postas de salmão com flor de sal e pimenta.

Coloque a mistura de pão ralado por cima das postas de salmão, regue com um fio de azeite e leve ao forno.

Vai ao forno aproximadamente 20 minutos (as postas eram bastante grandes).

 

 

 Para o linguine:

 

Linguine de tinta de choco (usei Milaneza)

1 ou 2 dentes de alho

Azeite q.b

Flor de Sal q.b

 

 

Coloque um tacho ao lume com água e flor de sal. Quando levantar fervura, adicione o linguine e deixe cozer durante 6 minutos. Retire do lume, escorra e passe por água fria. O linguine não deve cozer demasiado, uma vez que ainda o vai saltear.

Numa frigideira, adicione um fio de azeite e os dentes de alho picados e leve ao lume. Quando a frigideira estiver bem quente e o alho refogado junte o linguine e envolva. Salteie o linguine cerca de 2 minutos.

 

 

 

 

20160925_192657.jpg

 

 

 

 

20160925_191316.jpg

 

 

 

 

20160925_192353.jpg

 

 

 

 

20160925_192234.jpg

 

 

Como Escalfar Ovos

Escalfar um ovo parece uma tarefa simples, mas por vezes a situação pode complicar-se se não seguir os passos correctos.

 

Com estas dicas, escalfar ovos vai deixar de ser um problema.

 

 

1 l de água

1 dl de vinagre

 

Coloque um tacho ao lume com a água e o vinagre.

Parta o ovo para uma tigela com cuidado para não partir.

Quando a água estiver a ferver, crie um movimento em forma de espiral com uma vara de arames e adicione o ovo no centro com cuidado. A ideia do ovo escalfado é ele ficar fechado na própria clara. Baixe o lume ligeiramente e depois deixe cozinhar durante aproximadamente 3 minutos.

A gema deve estar completamente líquida, para isso quando o ovo estiver cozinhado com a ajuda de uma escumadeira deve retirar o ovo para um taça com água e gelo para que pare a cozedura.

Tempere o ovo com pimenta e flor de sal.

 

Pode usar o ovo escalfado em vários pratos, tais como, as típicas ervilhas com ovo escalfado ou uma canja.

 

 

 

13575636_991038581010266_2093661833_o.jpg

 Ervilhas com chouriço e ovos escalfados

Pasteis de Nata

Os Pasteis de Nata são uma iguaria da cozinha tradicional portuguesa. E eu sou uma verdadeira fã destes pasteis.

 

Na Noruega não existe uma grande variedade de pastelaria. As poucas pastelarias que existem na cidade são de origem Italiana, comprar algo parecido com os bolos que nós encontramos em Portugal é impensável.

Devido às saudades que eu tinha de um Pastel de Nata, resolvi testar esta receita em casa.

 

Deve ter a noção que os Pasteis de Nata feitos em casa, nunca ficam iguais aos de compra. Primeiro porque nesta receita usei massa folhada de compra, o que altera a textura original. Para além disso, os fornos domésticos não atingem a mesma temperatura dos industriais.

 

A receita dá aproximadamente 10 a 12 unidades

 

 

Ingredientes:

 

250 ml de leite

150 gr de açúcar

75 ml de água

30 gr de farinha s/ fermento

4 gemas

1 pau de canela

casca de limão

massa folhada

 

 

Pré-aqueça o forno a 250º. É muito importante o forno estar bem quente.

Estique a massa folhada num rectângulo com cerca de 20 cm por 35 cm. Polvilhe com um pouco de água e enrole num rolo. Corte rodelas com cerca de 2 cm de espessura.

Coloque as rodelas de pé nas formas com a ajuda do polegar humedecido em água.

 

Para a calda de açúcar, leve ao lume num tacho o açúcar e a água. Mexa antes para dissolver o açúcar e não volte a mexer enquanto estiver ao lume. Deixe ferver 3 minutos.

 

Para o creme de leite, dissolva a farinha num bocadinho de leite e mexa bem até ficar sem grumos. Leve o restante leite ao lume, com o pau de canela e a casca de limão. Quando começar a levantar fervura junte a mistura da farinha e volte a colocar ao lume, mexendo sempre, até engrossar.

 

Por fim, unte em fio a calda de açúcar ao creme de leite, mexendo sempre com uma vara de arames. Deixe arrefecer cerca de 10 minutos e misture um pouco deste creme nas gemas para que não haja um choque térmico.

Mexa bem até incorporar as gemas no creme. Retire o pau de canela e a casca de limão.

Encha as formas até 3/4 com o creme e leve ao forno pré-aquecido a 250º durante 10-12 minutos.

Os pasteis devem ficar com a massa dourada e crocante e com o recheio cremoso.

Apesar de ter pré-aquecido bem o forno, como não é um forno industrial e o máximo de temperatura é os 250º, não consegui o aspecto tostado na superfície. Mas, para compensar, o recheio estava maravilhoso.

 

 

13199346_1025980344118374_1012517042_o.jpg

 

 

13170564_1025980590785016_1474837998_o.jpg

 

 

 

 

 

 





Bolo de Chocolate Húmido com Recheio de Coco

Chegar à receita final deste bolo, não foi nada fácil.

Experimentei este bolo num restaurante e achei maravilhoso. Desde então fui procurando várias receitas, testando vários recheios. 

Apresento aqui a versão final, testada e aprovadíssima.

 

Este bolo é um verdadeiro pecado.

 

 

Bolo:

 

2 1/2 chávenas de farinha

1 chávena de cacau em pó

1/2 c. de chá de sal

2 c. de chá de fermento

3 ovos

2 chávenas de açúcar

150 gr de chocolate de culinária

2/3 chávena de manteiga

1/4 chávena de natas

2 chávenas de água morna

 

 

Recheio:

 

1/2 lata de leite condensado

1 lata de leite de coco

2 c. de sopa de farinha maisena

100 gr coco ralado

 

 

Ganache de chocolate:

 

150 gr de chocolate de culinária

3/4 de natas

1 c. de sopa de manteiga

 

 

 

Pré-aqueça o forno a 170.º

Derreta o chocolate de culinária em banho-maria.

Peneire os ingredientes secos.

Ferva a água.

Bata a manteiga com o açúcar e os ovos. Acrescente as natas e o chocolate derretido. Adicione os ingredientes secos, alternando com a água.

Leve ao forno, 20 min a 170.º e 30 min a 160.º

O bolo deve estar ligeiramente húmido no centro da forma.

 

Para o recheio e cobertura, leve todos os ingredientes ao lume. Vá mexendo, até engrossar.

 

Depois do bolo arrefecer, corte-o em duas metades iguais. Recheio com o creme de coco e use a ganache como cobertura.

 

 

 

 

 

12804812_912162632231195_2419442596119987012_n.jpg

 

 

 

 

 

12717643_978943385488737_5417114683812773511_n.jpg

 

 

 

 

 

Brownie

É uma sobremesa de chocolate típica dos Estados Unidos que é feito num tabuleiro para bolos e servido em pequenos quadrados.

O brownie fica levemente crocante por fora e bastante húmido por dentro, o que o torna tão único e saboroso.

 

Pode acompanhar o brownie com uma bola de gelado.

 

 

Ingredientes:

 

4 ovos

200 gr de chocolate negro

150 gr de açúcar

150 gr de manteiga

50 gr de farinha

Avelãs tostadas q.b

 

 

Pré-aqueça o forno a 160º C.

Unte um tabuleiro com manteiga e papel-vegetal.

Coloque o chocolate a derreter em banho-maria com a manteiga.

Com uma vara de arames, misture as gemas com o açúcar. Adicione o chocolate derretido e envolva.

Bata as claras em castelo e incorpore delicadamente na mistura anterior.

Adicione a farinha peneirada e as avelãs picadas grosseiramente.

Leve ao forno cerca de 25 minutos. Tenha atenção ao tempo de cozedura que pode variar de forno para forno. O brownie deve ficar bastante húmido por dentro e com uma crosta crocante por fora.

 

 

 

 

 

20171022_171046.jpg

 

 

 

 

 

 

20171022_170943.jpg

 

 

 

 

 

20171022_171338.jpg

 

 

 

 

 

 

Arroz Doce

Quando vim viver para a Noruega, a comida foi uma das muitas coisas que senti falta. Foi nesse momento que decidi experimentar algumas daquelas receitas que estavam reservadas apenas para a minha mãe.

O arroz doce era uma delas. Por muito que tentasse nunca ficava igual, nunca tinha o mesmo cheio e sabor. Porque mais do que uma sobremesa, eram memórias.

Agora que estou longe não tinha alternativa, senão tentar de novo. Pedi a receita à minha mãe, escrevi todas as dicas e voilá não sei se pelas saudades ou pelo esforço, ficou maravilhoso.

 

Já não tem desculpas para não experimentar.

 

 

Ingredientes:

 

1 chávena de arroz

1 chávena de açúcar

1 casca de limão

1 pau de canela

1 emb. de preparado de leite creme (usei apenas 2/3)

1 pitada de sal

1l de leite

1 chávena de água

 

 

Coloque a água, uma pitada de sal e o arroz num tacho e leve ao lume. Deixar cozer durante breves minutos.

Num outro tacho coloque o leite, o pau de canela e a casca de limão. Leve ao lume até aquecer o leite.

Quando o arroz tiver absorvido a água, junte o leite, pouco a pouco. Deixe cozinhar cerca de 40 minutos.Convém ir mexendo regularmente para não agarrar.

Dissolva o leite creme e o açúcar numa tigela, juntamente com um bocadinho de leite.

Quando o arroz estiver quase cozido, adicione o preparado anterior, sem parar de mexer. Deixe levantar fervura.

Retire a casca de limão e o pau de canela e sirva o arroz em tacinhas polvilhado com canela.

 

 

 

 

 

20161224_190804.jpg

 

 

 

 

 

 A foto não é das melhores, mas garanto que o sabor está maravilhoso.

 

 

 

Pág. 1/3