Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cloud Berries

Cloud Berries

Bombons Crocantes de Chocolate e Manteiga de Amendoim

Já são várias as receitas que partilhei da La Dolce Rita, sigo assiduamente o seu trabalho. E tal como todas as suas receitas testadas, esta fica igualmente deliciosa.

Esta receita faz parte do seu último livro "Sobremesas 5-5-5" e seguindo todo o lema do livro é super fácil de fazer.

E tal como a La Dolce Rita diz são mesmo altamente viciantes.

 

 

Nesta receita eu usei metade de chocolate negro e o restante de chocolate de leite em vez de apenas o chocolate de leite indicado na receita.

Usei manteiga de amendoim caseira, podem ver aqui a receita.

 

 

Ingredientes:

 

100 gr de chocolate negro

100 gr de chocolate de leite

50 gr de manteiga de amendoim (receita caseira)

50 gr de arroz tufado

 

 

Em banho-maria derreta o chocolate juntamente com a manteiga de amendoim.

Adicione o arroz tufado e envolva até que esteja totalmente coberto, mas sem esmagar o arroz.

Distribua por forminhas de silicone e bata-as levemente na mesa para evitar que se formem bolhas de ar.

Leve ao frigorífico até que o chocolate endureça, para que seja fácil desenformar.

 

Como eu não tinha forminhas de bombos em silicone coloquei numa forma de bolo inglês forrada com película aderente e depois cortei em forma de bombons.

 

 

 

 

 

 

20170519_170116.jpg

 

 

 

 

 

20170519_170226-1.jpg

 

 

 

 

 

 

20170519_170122.jpg

 

 

 

 

 

20170519_170207.jpg

 

 

 

 

 

 

Panquecas de Aveia, Maçã e Linhaça

Tenho por hábito tomar sempre o pequeno almoço. Sou incapaz de sair de casa sem beber um café e comer qualquer coisa.

Tomar o pequeno almoço com tempo e sem correria é das coisas que mais prazer me dá. Adoro os dias em que acordo sem despertador e tenho tempo para me sentar e preparar um pequeno almoço diferente.

 

Estou cada vez mais fã de panquecas. Para além de conseguir combinações perfeitas cheias de sabor, são muito nutritivas.

 

 

 

Ingredientes:

 

3 ovos

1 maçã

4 c. de sopa de aveia

1 c. de sopa de linhaça

1 c. de chá de canela

 

 

Método Tradicional:

 

Descasque a maçã e corte em cubinhos.

Coloque todos os ingredientes no copo da varinha mágica e triture completamente.

Leve ao lume, uma frigideira anti-aderente, sem qualquer adição de gordura.

Quando estiver quente, coloque umas colheres de massa. Assim que a parte superior começar a fazer bolhinhas, com a ajuda de uma espátula vire-as com cuidado.

 

 

Yammi:

 

Coloque a aveia e a linhaça no copo e programe 20 seg/vel 5. Retire e reserve

Coloque a maçã no copo e programe a função triturar.

Acrescente os restantes ingredientes e programe 30 seg/vel 6.

Leve ao lume, uma frigideira anti-aderente, sem qualquer adição de gordura.

Quando estiver quente, coloque umas colheres de massa. Assim que a parte superior começar a fazer bolhinhas, com a ajuda de uma espátula vire-as com cuidado.

 

 

Nesta receita eu optei por não adicionar leite. Se gostar de uma massa mais fina ou achar que estão demasiado espessas pode adicionar um bocadinho.

 

No topping coloquei nêsperas, amêndoa laminada, um fio de mel e sementes de papoila.

 

 

 

 

20170403_171835.jpg

 

 

 

 

 

20170403_171830.jpg

 

 

 

 

 

20170403_172049.jpg

 

 

 

 

 

Tarte Banoffee

A Tarte Banoffee é uma sobremesa inglesa. O seu nome deriva da combinação de banana e toffee.

Esta combinação de sabores resulta na perfeição e corre o risco de se tornar uma das suas sobremesas preferidas.

 

 

 

Ingredientes:

 

300 gr de bolachas digestivas

120 gr de manteiga

1 lata de leite condensado cozido

3 bananas

2 dl de natas

Chocolate negro q.b

 

 

Pré-aqueça o forno a 170º C.

Triture as bolachas até ficarem em pó. Adicione a manteiga derretida e envolva até ficar com a consistência de areia molhada.

Forre uma forma de fundo amovível com esta mistura, na base e bordas (uns 2 dedos de altura), pressionando com os dedos.

Leve ao forno cerca de 10 minutos ou até dourar. Retire do forno e deixe arrefecer.

Depois de fria recheie com o leite condensado cozido. Corte as bananas em rodelas e coloque-as por cima do leite condensado numa camada uniforme.

Bata as natas e cubra toda a tarte com as natas batidas.

Polvilhe com raspas de chocolate e leve ao frigorífico.

 

 

 

 

 

42448043_496386857543225_5674902226204622848_n.jpg

 

 

 

 

 

42397507_1732414480201455_4438564309156495360_n.jp

 

 

 

On Tour | DOC Restaurante - Douro

O restaurante DOC fica em Folgosa, na marginal que liga a Régua ao Pinhão. Sendo este um dos percursos mais bonitos do país.

É um espaço moderno, acolhedor e com uma paisagem incrível do Douro.

Estando nós em viagem pelo Douro, aproveitámos a hora de almoço para almoçar no DOC.

A envolvência do local, a comida de um detalhe e sabores únicos e os vinhos tornaram esta numa experiência única.

O serviço é sem dúvida de excelência, a simpatia de toda a equipa é notável. Especialmente o Chef Rui Paula que se mostrou de uma simpatia e atenção enorme.

 

Como não sou uma crítica gastronómica, melhor que estar aqui a dissertar sobre cada prato, deixo-vos algumas fotografias  

 

 

 

 

 

20180806_121755.jpg

 

 

 

 

 

20180806_130142.jpg

 

 

 

 

 

20180806_130252.jpg

 

 

 

 

 

20180806_132345.jpg

 

 

 

 

 

1.jpg

 

 

 

 

 

 

20180806_135057.jpg

 

 

 

 

 

Mousse de Ananás

A mousse de ananás fica super leve e fresca.

A sobremesa perfeita para os dias mais quentes.

 

 

 

Ingredientes:

 

1 lata de ananás

1 pacote de gelatina de ananás

1 lata de leite condensado

4 ovos

 

 

Coloque a lata de leite condensado 2h no congelador ou 1 dia no frigorífico.

Abra a lata do ananás e reserve 2 dl de calda. Coloque a calda num tacho ao lume, junte a gelatina e mexa até dissolver. Retire do lume e deixe arrefecer completamente. Pode levar um pouco ao frigorífico.

Coloque o leito condensado numa taça e misture com as gemas.

Bata as claras em castelo.

Misture a gelatina com o leite condensado e mexa bem com uma vara de arames. Por fim, envolva as claras em castelo com cuidado.

Corte as rodelas do ananás aos bocados e envolva na mousse.

Leve ao congelador por 15 minutos, passe para o frigorífico e deixe pelo menos 4h.

 

 

 

 

 

35078222_1712521245464277_7040446138339557376_n.jp

 

 

 

 

 

35049968_1712521378797597_7623110897887608832_n.jp

 

 

 

 

 

35236154_1712521358797599_6357606991803711488_n.jp

 

Pão-de-Ló

O Pão-de-Ló é um clássico da nossa pastelaria, existindo imensas versões dependendo da zona do país.

Este Pão-de-Ló adapta-se a inúmeras receitas pela sua simplicidade. Pode, por exemplo, usar esta receita para fazer um bolo de camadas ou uma torta.

Eu optei por fazer a sua versão mais simples, porque a ideia é acompanhar com uma fatia de queijo que trouxe de Portugal.

 

Pode encontrar aqui a receita do Pão-de-Ló de Ovar.

 

 

 

Ingredientes:

 

6 ovos

200 gr de açúcar

150 gr de farinha (s/ fermento)

 

 

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Unte a forma com manteiga e polvilhe com farinha.

Bata os ovos com o açúcar cerca de 5 minutos, até ficarem esbranquiçados e com o triplo do volume.

Envolva a farinha peneirada com delicadeza, para que não perca o volume.

Coloque a massa na forma e leve ao forno cerca de 30-35 minutos. Faça o teste do palito para verificar a cozedura.

 

 

 

 

 

41673914_284014975547390_2700612209511235584_n.jpg

 

Tarte de Amêndoa (rápida)

Esta receita faz parte do livro "Sobremesas 5-5-5" da La Dolce Rita. Todas as receitas deste livro tem até 5 ingredientes, custam menos de 5€ e fazem-se em 5 minutos. Não existem desculpas para não colocar as mãos na massa, porque são receitas rápidas, fáceis e baratas.

 

Podem ver o vídeo original da receita no canal da La Dolce Rita.

 

 

 

Ingredientes:

 

3 ovos

200 gr de açúcar

200 gr de amêndoa ralada

50 gr de manteiga

raspas de 1 limão

 

 

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Com uma vara de arames, bata os ovos juntamente com o açúcar. Adicione a amêndoa, a raspa de limão e, por fim, a manteiga derretida.

Forre uma tarteira (de 20 cm de diâmetro) com papel vegetal e verta a massa. Polvilhe com amêndoa ralada.

Leve ao forno cerca de 25-30 minutos.

Polvilhe com açúcar em pó antes de servir.

 

 

 

 

 

22532175_1480922311957506_1871133840_o.jpg

 

 

 

 

 

22471880_1480922331957504_634834248_o.jpg

 

 

 

 

 

22472185_1480922408624163_1569932619_o.jpg

 

 

 

 

On Tour | Quinta da Pacheca - Douro

Durante as férias e como era uma local de passagem, decidimos parar na Quinta da Pacheca para uma visita.

A Quinta da Pacheca é uma das propriedades mais conhecidas na região do Douro, foi também uma das primeiras propriedades a engarrafar vinho com o seu próprio rótulo.

A quinta tem uma sala de degustação que coloca à disposição toda a gama de vinhos da empresa, bem como algumas Reservas, Porto Velho, compotas caseiras, azeite e outros produtos regionais do Vale do Douro.

Optámos por fazer uma visita guiada com prova de vinhos e degustação de vinho com compota e queijo.

Tenho que salientar a simpatia da nossa guia, a Carla, que tornou esta visita muito agradável.

 

 

 

 

 

20180806_113329.jpg

 

 

 

 

 

 

20180806_104514.jpg

 

 

 

 

 

20180806_105016.jpg

 

 

 

 

 

20180806_110825.jpg

 

 

 

 

 

20180806_113440.jpg

 

 

 

Tarte Húmida de Coco

Hoje trago-vos mais uma daquelas receitas rápidas, fáceis e super saborosas da La Dolce Rita.

Com apenas 4 ingredientes conseguem uma tarde de coco super húmida que vai agradar a todos.

 

 

Ingredientes:

 

5 ovos

200 gr de açúcar

200 gr de coco ralado

3 c. de sopa de gila

 

 

Pré-aqueça o forno a 180º C.

Forre uma tarteira com papel vegetal.

Com uma vara de arames, bata os ovos com o açúcar. Incorpore o doce de gila e por fim o coco ralado.

Verta na tarteira e leve ao forno cerca de 20 minutos ou até estar bem dourada.

Polvilhe com coco ralado ou açúcar em pó.

 

 

 

 

 

20180816_222231.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

On Tour | Noshi Coffee - Porto

O Noshi Coffe fica situado na zona da Reitoria e do Café Piolho.

O espaço é muito agradável, principalmente na zona do terraço interior. Os funcionários são simpáticos e os pratos são muito saborosos. Os sumos naturais também são um dos pontos fortes.

Acho o espaço ideal para um brunch ou um almoço mais leve. Como queríamos experimentar várias coisas e fomos a meio da manha optamos por partilhar. Optámos por uma tosta de salmão com abacate, açaí e panquecas.

 

 

 

 

 

2.png

 

 

 

 

 

 

20180802_113652.jpg