Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cloud Berries

Cloud Berries

Mousse de Ananás

A mousse de ananás fica super leve e fresca.

A sobremesa perfeita para os dias mais quentes.

 

 

 

Ingredientes:

 

1 lata de ananás

1 pacote de gelatina de ananás

1 lata de leite condensado

4 ovos

 

 

Coloque a lata de leite condensado 2h no congelador ou 1 dia no frigorífico.

Abra a lata do ananás e reserve 2 dl de calda. Coloque a calda num tacho ao lume, junte a gelatina e mexa até dissolver. Retire do lume e deixe arrefecer completamente. Pode levar um pouco ao frigorífico.

Coloque o leito condensado numa taça e misture com as gemas.

Bata as claras em castelo.

Misture a gelatina com o leite condensado e mexa bem com uma vara de arames. Por fim, envolva as claras em castelo com cuidado.

Corte as rodelas do ananás aos bocados e envolva na mousse.

Leve ao congelador por 15 minutos, passe para o frigorífico e deixe pelo menos 4h.

 

 

 

 

 

35078222_1712521245464277_7040446138339557376_n.jp

 

 

 

 

 

35049968_1712521378797597_7623110897887608832_n.jp

 

 

 

 

 

35236154_1712521358797599_6357606991803711488_n.jp

 

Mousse de Lima

Três ingredientes, uma sobremesa fantástica.

A frescura da lima transforma esta mousse na sobremesa perfeita para os dias mais quentes.

É super rápida e fácil de fazer, não tem desculpas.

 

 

Ingredientes :

 

3 iogurtes gregos

3 limas

1 lata de leite condensado

 

 

Método Tradicional:

 

Envolva o iogurte grego com o leite condensado e o sumo das limas. A lima vai permitir que o creme ganhe uma textura mais espessa.

Coloque em taças e leve ao frigoríficos durante algumas horas.

Decore a mousse com raspas de lima.

 

 

Yammi:

 

Coloque no copo o iogurte grego e o leite condensado e programe 1 min/vel 4.

Adicione o sumo das limas e programe 30 seg/vel 4.

Coloque em taças e leve ao frigoríficos durante algumas horas.

Decore a mousse com raspas de lima.

 

 

 

 

 

2016-05-01 21.07.46.jpg

 

 

13119031_267320203611293_4868785369748756075_n.jpg

 

Leite Creme Aromatizado com Baunilha

Leite creme é um clássico que fica sempre bem em qualquer mesa.

Já tinha partilhado uma receita de leite creme. Mas existem muitas maneiras de aromatizar um leite creme e torná-lo delicioso.

 

 

Ingredientes:

 

1l de leite

180 gr de açúcar

6 gemas

3 c. de sopa de farinha maisena

1 vagem de baunilha

 

 

Numa tigela misture as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Adicione a farinha maisena e envolva novamente. Adicione o leite e misture bem.

Coloque o creme numa tacho com as sementes da vagem de baunilha e leve a lume brando sem parar de mexer (aproximadamente 10-12 minutos).

Quando atingir o ponto de estrada, retire do lume e distribuia por taças.

 

Neste leite creme, optei por uma apresentação diferente do tradicional. Coloquei morangos e pedaços de avelã.

 

 

 

 

 

20170521_164511.jpg

 

 

 

 

 

 

20170521_164507.jpg

 

 

 

 

 

20170521_164524.jpg

 

 

Pudim Flan

O pudim flan é um clássico da cozinha portuguesa.

É daquelas sobremesas que temos sempre os ingredientes em casa, o que se torna muito vantajoso. Mesmo sendo uma sobremesa simples e fácil de fazer, fica delicioso.

Eu aromatizei o pudim com vinho do porto, o que fez toda a diferença.

 

Agora com a yammi tornou-se mais simples fazer pudins, uma vez, que os posso cozer na varoma e não tenho que me preocupar com nada. Para quem não tem yammi pode cozer o pudim em banho-maria no forno.

 

Para fazer o seu próprio caramelo veja este post.

 

 

 

Ingredientes:

 

6 ovos

500 ml de leite

125 gr de açúcar

3 c. de sopa de sumo de laranja (ou vinho do porto)

 

 

Método Tradicional:

 

Unte uma forma de pudim com caramelo.

Coloque todos os ingredientes numa taça e bata com uma vara de arames.

Verta o preparado na forma e leve ao forno em banho-maria cerca de 40 minutos. Para verificar a cozedura use a técnica do palito, que deverá sair seco.

Quando arrefecer coloque no frigorífico.

 

 

Yammi:

 

Unte uma forma de pudim com caramelo.

No copo com a borboleta, coloque todos os ingredientes e programe 3 min/vel 4. Coloque na forma.

Lave o copo e coloque 1,5 l de água no copo.

Coloque a forma na varoma e depois feche a tampa da varoma. Se a tampa da varoma não fechar devido ao tamanho da forma, tape também com papel de alumínio e faça uns furinhos para sair o vapor. Se tiver dúvidas de como cozer o pudim na varoma veja este post.

Programe 50 min/ temperatura varoma.

Para verificar a cozedura use a técnica do palito, que deve sair seco. Se for necessário programe mais 5 ou 10 minutos.

Quando arrefecer coloque no frigorífico.

 

 

 

 

 

18379429_1338138436235895_1111701761_o.jpg

 

 

 

 

 

18379575_1338138309569241_1020623518_o.jpg

 

 

 

 

 

18379036_1338138599569212_1308129861_o.jpg

 

 

Baba de Camelo

É uma receita simples, mas que faz as delícias de muitos amigos.

 

 

Ingredientes:

 

1 lata de leite condensado cozido

5 ovos

raspa de limão

 

Comece por separar as gemas das claras.

Numa tigela, misture o leite condensado com as gemas, até obter uma mistura homogénea.

Bata as claras em castelo.

Junte-as ao preparado anterior, envolvendo cuidadosamente.

Leve ao frio.

Pode servir decorado com amêndoa laminada.

 

 

 

 

 

 

20160811_141459.jpg

Pavlova de Framboesas e Caramelo (James Martin)

Para a minha primeira experiência com pavlovas, nada melhor que testar uma receita do James Martin.

E não podia ter escolhido melhor receita. O contraste entre o exterior cocrante e um interior macio, combinado com a acidez da fruta faz com que esta sobremesa se torne deliciosa.

Eu segui à risca a receita do James Martin. Sendo que era a primeira vez que ia experimentar não queria fazer grandes loucuras. Mas pode usar esta receita base da pavlova e alterar a sua cobertura. Existem imensas variações que resultam muito bem, tais como, chantilly, lemon curd, ganache de chocolate e outros tipos de frutas. É só dar asas à imaginação.

 

 

Pavlova:

 

6 claras

300 gr de açúcar em pó

1 c. de sopa de farinha maisena

1 c. de sopa de vinagre de vinho branco

 

Pré-aqueça o forno a 150º C.

Forre um tabuleiro com papel vegetal.

Bata as claras em castelo, em alta velocidade.

Adicione o açúcar em pó, pouco a pouco, batendo até que a mistura fique lisa e brilhante.

Reduza a velocidade da batedeira e adicione a maisena e o vinagre. Retorne a velocidade alta e bata até a mistura formar picos rígidos quando levantar as varas da batedeira.

Coloque uma colher de merengue por baixo do papel vegetal para evitar que o papel vegetal levante durante a cozedura devido ao ventilador do forno.

Espalhe o merengue em forma de círculo sobre o papel vegetal. Leve ao forno 10 minutos a 150º C e após esse tempo reduza a temperatura para 100º C e deixe cozer durante 3h.

 

 

 

Cobertura

 

200 gr de chocolate branco

500 ml de natas

200 ml de creme de baunilha

200 gr de açúcar em pó

250 gr de framboesas frescas

 

Coloque o chocolate branco, partido em pedaços, numa taça. Derreta em banho-maria, certificando-se que a taça não toca na água. Reserve o creme.

Bata as natas até obter picos macios. Adicione o creme de baunilha e bata novamente.

Coloque o açúcar em pó e leve em lume médio até ficar líquido e dourado. Reserve o caramelo.

Por fim, coloque a ganache de chocolate branco sobre a pavlova. Depois o creme de natas e baunilha.

Decore com framboesas frescas e fios de caramelo.

 

 

 

 

 

sem nome.png

 

 

 

 

 

 

28341133_1558858087561643_1779123052_o.jpg

 

 

 

 

 

28340412_1558858177561634_746846254_o.jpg

 

 

 

 

 

28381704_1605540022829067_1967803694_n.jpg

 

 

 

 

 

28407896_1558858017561650_1970206729_o.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Panna Cotta de Café com Crocante de Avelãs e Canela

A culinária italiana é irresistível! Poderia falar das pizzas, massas, risotos... mas hoje trago-vos uma sobremesa!

A Panna Cotta é uma sobremesa tipicamente italiana, que é feita à base de natas fervidas. A versão mais simples inclui apenas vagem de baunilha para aromatizar.

Mas hoje vou fazer a receita do Gordon Ramsay, que é uma deliciosa Panna Cotta com café espresso e um crocante de avelãs e canela.

 

 

Panna Cotta:

 

400 ml de natas

75 ml de leite

50 ml de café espresso

3 folhas de gelatina

100 gr de açúcar

 

 

Método Tradicional

 

Coloque as folhas de gelatina num taça com água fria e deixe hidratar 5 a 10 minutos, até que estejam moles.

Coloque as natas, o leite, o café e o açúcar num tacho e leve a lume médio-baixo. Retire do lume assim que levantar fervura.

Remova as folhas de gelatina da água, eliminando o excesso de água e envolva no creme de natas, mexendo bem até dissolver.

Passe as forminhas por água fria, mas sem enxugar. Este processo irá facilitar na hora de desenformar as panna cottas.

Coloque o creme nas formas e leve ao frigorífico de um dia para o outro.

Na hora de servir, mergulhe as formas em água quente por uns segundos.

 

 

 

Yammi

 

Coloque as folhas de gelatina num taça com água fria e deixe hidratar 5 a 10 minutos, até que estejam moles.

No copo coloque as natas, o leite, o café e o açúcar e programe 10 min/ vel 1/ 100º C. Retire do lume assim que levantar fervura.

Remova as folhas de gelatina da água, eliminando o excesso de água. Com a máquina em funcionamento, junte a gelatina ao preparado das natas, através da abertura da tampa do copo de mistura.

Passe as forminhas por água fria, mas sem enxugar. Este processo irá facilitar na hora de desenformar as panna cottas.

Coloque o creme nas formas e leve ao frigorífico de um dia para o outro.

Na hora de servir, mergulhe as formas em água quente por uns segundos.

 

 

 

 

 

Crocante:

 

50 gr de avelãs tostadas

200 gr de açúcar

1 c. de chá de canela

 

 

Coloque o açúcar num tacho e leve ao lume até que o açúcar se dissolva e comece a caramelizar. Não utilize colheres neste processo. Se necessário vá agitando o tacho para que fique uniforme.

Quando tiver o caramelo estiver dourado, adicione as avelãs tostadas e a canela, agitando o tacho para envolver.

Forre um tabuleiro com uma folha de papel vegetal.

Verta o caramelo sobre o papel vegetal e deixe repousar até arrefecer por completo.

Quebre o crocante em pedaçose sirva juntamente com as panna cottas.

 

 

 

 

 

26992078_1573753186007751_4655381290831898387_n.jp

 

 

 

 

 

19260675_1573753216007748_1936161390475951902_n.jp

 

 

 

 

 

 

 

 

Sugestões de culinária italiana:

 

 

Pudim 3 Leites

A minha primeira experiência de pudim feito na varoma. Não podia estar mais satisfeita.

O leite de coco dá um toque especial a este pudim.

Esta receita foi adaptada do blog Culinária dia a dia.

 

 

 

Ingredientes:

 

6 ovos

300 ml de leite

300 ml de leite de coco

1 lata de leite condensado

1 1/2 c. de sopa de farinha maisena

 

 

 

Yammi:

 

Unte uma forma com caramelo.

No copo com a borboleta, coloque todos os ingredientes e programe 3 min/vel 4. Coloque na forma.

Lave o copo e coloque 1,5 l de água no copo.

Coloque a forma fechada na varoma (se não tiver tampa deve tapar bem com papel de alumínio), depois feche com a tampa da varoma. Se a tampa da varoma não fechar devido ao tamanho da forma, tape também com papel de alumínio e faça uns furinhos para sair o vapor.

Programe 50 min/ temperatura varoma.

Quando arrefecer coloque no frigorífico.

Sirva polvilhado com coco ralado.

 

 

 

 

 

20170130_220633.jpg

 

 

 

 

 

20170130_200356.jpg

 

 

 

 

 

20170130_200603.jpg

 

 

 

 

 

Dicas:

 

A minha forma não tinha tampa então tapei com papel de alumínio. Mas como tinha visto algumas dicas, por baixo do papel de alumínio, coloquei papel absorvente com cuidado de forma a absorver o excesso de humidade.

Quanto à varoma fechou perfeitamente então não precisei de tapar com alumínio.

O buraco da minha forma não é aberto, então decidi usar também a dica dos garfos para que seja mais fácil a circulação do vapor.

 

 

 

20170130_183928.jpg

 

 

 

 

20170130_183831.jpg

 

 

 

 

20170130_183748.jpg

 

 

 

 

20170130_183727.jpg

 

 

 

 

20170130_182213.jpg

 

 

 

Mousse de Chocolate (versão com natas)

Gosto muito de mousse de chocolate, mas não de qualquer uma. A receita que se fazia sempre cá por casa era com ovos e não era muito receptiva a novas receitas de mousse. Porque como se costuma dizer em equipa que ganha não se mexe.

 

Mas, quando estive de férias em Portugal a minha mãe tinha lá o livro da La Dolce Rita das Sobremesas 5-5-5 do qual esta receita faz parte. Como queria aproveitar o dia ao máximo e esta receita parecia mais rápida, dei-lhe uma oportunidade. E foi uma boa surpresa, porque a textura apesar de diferente fica muito esponjosa e saborosa.

 

 

 

Ingredientes:

 

200 gr de chocolate culinária

400 ml natas

 

 

Derreta o chocolate partido em pedaços e 200 ml de natas, em banho-maria. Mexa com uma colher até obter um creme uniforme e brilhante. Leve, por alguns minutos ao congelador.

Enquanto isso, bata os restantes 200 ml de natas até ficarem espumosas.

Envolva as natas no creme de chocolate.

Deite em tacinhas individuais ou numa taça grande e leve ao frigorífico.

 

 

 

 

20160811_141532.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Molotof com Doce de Ovos e Amêndoa Tostada

Para aproveitar as claras que sobraram do Pão-de-Ló de Ovar resolvi fazer um Molotof.

 

Curiosamente nunca tinha feito Molotof, esta foi a minha primeira experiência e correu lindamente.

Tinha um bocadinho de receio, depois de ver tantas pessoas dizerem que nem sempre corria bem. No final da receita irei deixar algumas dicas que considero ser a base do sucesso. Seguindo esses passos não tem como correr mal.

 

 

 

Ingredientes:

 

11 claras

11 c. de sopa de açúcar

1 c. de sopa de caramelo

Sal q.b

 

 

Método Tradicional:

 

Pré-aqueça o forno a 180.º

Bata as claras em castelo com uma pitada de sal. Quando as claras estiverem bem firmes vá adicionando o açúcar aos poucos sem parar de bater. Por fim, adicione o caramelo e continue a bater até que esteja bem envolvido.

Unte uma forma com caramelo.

Coloque colheradas de claras na forma e vá batendo com a forma na bancada para que perca todo o ar. Faça este processo até terminar de colocar todo o merengue na forma. 

Leve ao forno 11 minutos, após esse tempo mantenha o Molotof no forno pelo menos 30 minutos sem nunca abrir a porta do forno.

 

 

Yammi:

 

Pré-aqueça o forno a 180.º

Com a borboleta colocada, insira as claras e uma pitada de sal. Coloque a tampa sem o copo medidos e programe 8 min/vel 4. Quando as claras já estiverem firmes adicione o açúcar e o caramelo aos poucos programando mais 1 min/vel 4.

Unte uma forma com caramelo.

Coloque colheradas de claras na forma e vá batendo com a forma na bancada para que perca todo o ar. Faça este processo até terminar de colocar todo o merengue na forma. 

Leve ao forno 11 minutos, após esse tempo mantenha o Molotof no forno pelo menos 30 minutos sem nunca abrir a porta do forno.

 

 

 

Para a cobertura de doce de ovos eu fui preguiçosa e usei um doce de ovos em pó do Lidl da marca Deluxe que bastava juntar água. Mas pelo que percebi nem sempre existem estes produtos, depende da época do ano.

Mas podem ver a receita de doce de ovos. que uso normalmente, aqui.

 

A amêndoa levei uns minutinhos ao forno para tostar e dar uma textura crocante.

 

 

 

 

 

20161224_191514.jpg

 

 

 

 

 

 

Notas:

  • A quantidade de açúcar e o tempo de forno é igual ao número de claras usadas;
  • Certifique-se que as claras estão bem firmes e não existe líquido no fundo da taça;
  • Deve bater bem com a forma na bancada, para que perca todo o ar existente nas claras e não corra o risco do Molotof abater;
  • Durante o tempo de cozedura não pode nunca abrir o forno. E mesmo após esse tempo deve desligar o forno e manter o Molotof no forno durante pelo menos 30 minutos sem nunca o abrir para que não exista choque térmico;

 

 

Com todos estes passos não tem por que ter receio de fazer um Molotof, garanto que vai sair bem.